5. Participação das partes interessadas

5.2. Redes de partes interessadas

Quando são muitas as partes interessadas envolvidas no desenvolvimento e na execução de uma estratégia destinada a dar resposta ao abandono escolar precoce, pode ser necessário criar estruturas formalizadas para apoiar o seu trabalho. Todas as partes interessadas devem ter uma compreensão comum dos desafios a que procuram dar resposta e partilhar um objetivo e uma abordagem comuns. Também devem existir estruturas de apoio e mecanismos de coordenação para assegurar o diálogo e um fluxo de informação recíproco entre a escola e um conjunto mais alargado de partes interessadas, bem como com as autoridades públicas pertinentes. As redes de partes interessadas, para serem eficazes, precisam de um conjunto adequado de partes interessadas que compreendam as circunstâncias locais e o contexto e que sejam capazes de intervir localmente nos problemas que estão a pôr os alunos em risco de abandono escolar precoce. É necessário identificar um vasto leque de partes interessadas e de profissionais que possam contribuir para a rede, devendo estes ser convidados e fazer parte do processo desde o início.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

Apoio à Liderança Escolar Inclusiva (SISL)

O projeto Apoio à Liderança Escolar Inclusiva (SISL – sigla em inglês) propôs-se investigar como promover a liderança inclusiva ao nível da escola e como fornecer ferramentas de apoio. O projeto considerou que a liderança para a educação inclusiva visa alcançar a plena participação em oportunidades de aprendizagem significativas, bem como elevado aproveitamento e bem-estar para todos os alunos, incluindo os mais vulneráveis à exclusão.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; RU; SK; SL; SR; SV; TR

País: Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Suécia; Suíça; Sérvia; Áustria

Aumentando o Sucesso de Todos os Alunos no Contexto de uma Educação Inclusiva

O projeto "Aumentando o Sucesso de Todos os Alunos no Contexto de uma Educação Inclusiva" (RA) teve como objetivo fornecer evidências de práticas eficazes com vista a aumentar o sucesso escolar, bem como a construir a capacidade de escolas e comunidades para incluir e apoiar todos os alunos.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: Alemanha; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Suécia; Suíça; Áustria

COMITÉ DA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE E A CIDADANIA (CESC) EM FRANÇA

O Comité da Educação para a Saúde e a Cidadania (CESC) conta com a participação de todos os membros da comunidade educativa e dos parceiros locais da escola primária ou secundária (autarquia local, polícia, justiça e associações). Presidido pelo diretor da escola, o comité participa ativamente na educação para a cidadania, mediante a elaboração do plano para a prevenção da violência, a proposta de iniciativas de apoio aos pais em situação difícil e o combate à exclusão social, bem como a definição de um programa de educação sexual e para a saúde destinado a promover comportamentos seguros. O CESC reúne uma variedade de medidas que visam preparar os alunos para agirem e viverem em conjunto, no respeito da igualdade entre homens e mulheres, para fazerem escolhas e exercerem os seus direitos de cidadania.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: França

Iniciativa «Escola aberta» na França

Esta iniciativa promove a integração social e académica dos alunos e contribui para assegurar o sucesso educativo geral.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: França

Mostrar os resultados 10 seguintes