4. Participação dos pais

4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas

Uma forma eficaz de criar uma parceria positiva entre a família e a escola e de envolver os pais é proporcionar oportunidades afáveis e seguras para os pais estarem presentes na escola, partilharem os seus conhecimentos, criarem confiança e desenvolverem as suas capacidades de liderança, redes sociais e aprendizagem. Os pais e as famílias podem ter horários e espaços designados na escola. Isto pode incluir, por exemplo, uma «sala de pais», na qual possam ser organizadas atividades informais a pedido destes e/ou com a ajuda de outros profissionais (nomeadamente, assistentes sociais) ou pessoal da escola. A sala pode ser utilizada durante o horário escolar para organizar conversas sobre a escola e problemas parentais, reuniões com especialistas e profissionais externos, sessões de trabalho e outras atividades informais.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

A Mala dos Pais: La Mallette des parents

A Mala dos Pais (La Mallette des parents) é um programa contínuo, existente desde 2008, que procura envolver os pais de forma mais ativa na educação dos filhos. Este programa é gerido pela Académie de Creteil, sob autoridade direta do Ministério da Educação de França e está ativo em 80 escolas francesas.  

Área: 4. Participação dos pais

Subáreas: 4.1. Comunicação e informação; 4.2. Participação dos pais na governação da escola; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 4.4. Aprendizagem familiar

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: França

Apoio à Liderança Escolar Inclusiva (SISL)

O projeto Apoio à Liderança Escolar Inclusiva (SISL – sigla em inglês) propôs-se investigar como promover a liderança inclusiva ao nível da escola e como fornecer ferramentas de apoio. O projeto considerou que a liderança para a educação inclusiva visa alcançar a plena participação em oportunidades de aprendizagem significativas, bem como elevado aproveitamento e bem-estar para todos os alunos, incluindo os mais vulneráveis à exclusão.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; RU; SK; SL; SR; SV; TR

País: Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Suécia; Suíça; Sérvia; Áustria

Aumentando o Sucesso de Todos os Alunos no Contexto de uma Educação Inclusiva

O projeto "Aumentando o Sucesso de Todos os Alunos no Contexto de uma Educação Inclusiva" (RA) teve como objetivo fornecer evidências de práticas eficazes com vista a aumentar o sucesso escolar, bem como a construir a capacidade de escolas e comunidades para incluir e apoiar todos os alunos.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: Alemanha; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Suécia; Suíça; Áustria

Boa Água school's response to COVID 19 school's closure

Prior to the COVID-19 pandemic and school shutdown in Portugal, the Boa Água school has initiated a number of new pedagogies to support student learning, including mixed commission, interactive groups and dialogic gatherings. These new methods had been introduced as part of the INCLUD-ED project, which the school joined in 2017.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 4.4. Aprendizagem familiar; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: EN

País: Portugal

CENTROS COMUNITÁRIOS DE APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA

A NESET – Rede de peritos em aspetos sociais da educação e da formação publica relatórios para profissionais e decisores políticos interessados na promoção da equidade e da inclusão na educação e na formação em toda a União Europeia. O documento visa examinar estratégias para a criação de centros comunitários de aprendizagem ao longo da vida nos Estados-Membros da UE. Explora provas e trabalhos de investigação sobre os benefícios e as vantagens da criação de tais centros, bem como as barreiras e dificuldades que impedem a sua criação e eficácia. O relatório conclui que os centros comunitários de aprendizagem ao longo da vida podem proporcionar simultaneamente a promoção de uma variedade de objetivos fundamentais de aprendizagem ao longo da vida, tais como a cidadania ativa, a inclusão/coesão social, a realização pessoal e social, o diálogo intercultural, bem como percursos profissionais.

Áreas: 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 4.1. Comunicação e informação; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 4.4. Aprendizagem familiar; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

CONJUNTO DE FERRAMENTAS PARA OS PAIS - APOIO AOS PAIS EM ETAPAS FUNDAMENTAIS DA ESCOLARIDADE

O «Conjunto de ferramentas para os pais» visa facilitar o diálogo com os pais para os ajudar a compreender os desafios associados à educação dos filhos.  O «conjunto de ferramentas para os pais » contém uma série de ferramentas que facilitam as relações entre as escolas e as famílias. Baseia-se no princípio da responsabilidade partilhada: os pais são responsáveis pela educação dos filhos e a escola é responsável pela educação dos alunos, devendo uns e outra colaborar para que as crianças obtenham resultados positivos.

Área: 4. Participação dos pais

Subáreas: 4.1. Comunicação e informação; 4.2. Participação dos pais na governação da escola; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: França

Conjunto de Ferramentas “Espaço Seguro de Recuperação e Aprendizagem”

O Conjunto de Ferramentas “Espaço Seguro de Recuperação e Aprendizagem” (ESRA) faculta ao pessoal humanitário de primeira linha orientações de implementação práticas, ferramentas de amostragem adaptáveis, materiais de formação completos e conteúdos didáticos escritos. São disponibilizados recursos para um programa de 9 meses, aplicáveis tanto em zonas rurais como urbanas, com base em necessidades e prioridades definidas localmente.

Áreas: 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais

Subáreas: 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; NL; NO; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: Europa

Escolas Respeitadoras dos Direitos (RRS)

As Escolas Respeitadoras dos Direitos (RRS – Right Respecting Schools) são uma abordagem liderada pela Unicef-Reino Unido, que integra a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança (CNUDC), como uma abordagem global da escola para a educação em matéria de direitos da criança. O objetivo global da abordagem consiste em criar uma cultura escolar participativa, inclusiva e segura, que garanta o respeito por todos os membros da comunidade escolar. O instrumento da Unicef de educação para os direitos da criança (CRE) proporciona orientações sobre como ser uma Escola Respeitadora dos Direitos. As escolas adaptam a abordagem RRS ao seu contexto. A abordagem influencia as relações entre cada interveniente no ambiente escolar e é aplicável a todos os contextos escolares. O quadro descrito no instrumento RRS tenciona fornecer um princípio organizativo central para toda a escola e, por extensão, para as famílias e a comunidade na qual a escola se insere. Existem três fases de desenvolvimento. A segunda e terceira fases (níveis 1 e 2) são semelhantes. O objetivo consiste em executar um plano de ação desenvolvido durante a fase Reconhecimento do Compromisso, a fim de cumprir as quatro normas da abordagem RRS: 1. Valores de respeito pelos direitos subjacentes à liderança e à gestão 2. Toda a comunidade escolar adquire conhecimentos sobre a CDC 3. A escola tem uma cultura respeitadora dos direitos 4. As crianças são capacitadas para se tornarem alunos e cidadãos ativos.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 2.4. O bem-estar dos professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 4.1. Comunicação e informação; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Reino Unido

ESCOLHER BEM - AJUDAR AS CRIANÇAS A DECIDIR O SEU FUTURO

Uma boa escolha das disciplinas escolares aumenta as hipóteses de os alunos virem a ter sucesso no futuro. Este projeto envolve pais e alunos num processo de decisão ponderada sobre as opções disciplinares, fornecendo-lhes informações sobre o sistema de ensino flamengo.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis; 4.1. Comunicação e informação; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Bélgica

ESPAÇO PARA OS PAIS NAS ESCOLAS

Tal como noutros países, as escolas francesas dispõem em geral de um espaço especificamente consagrado aos pais. Este espaço proporciona oportunidades para que os pais se reúnam, participem nas atividades de aprendizagem, melhorem o seu entendimento da escola e desenvolvam a sua relação com os funcionários da escola.

Área: 4. Participação dos pais

Sub-área: 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: França

Mostrar os resultados 10 seguintes