3. Apoio aos alunos

3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos

O sucesso escolar dos alunos ou o seu risco de abandono precoce depende em grande medida da sua condição socioeconómica. Os efeitos da condição socioeconómica estão claramente presentes em todos os sistemas educativos e formativos da Europa. As crianças oriundas de classes socioeconómicas mais baixas têm menor probabilidade de participar e beneficiar de educação pré-escolar e cuidados para a infância (EPCI) do que as crianças de estratos sociais mais favorecidos. Esta desvantagem inicial pode ser agravada ao longo dos anos letivos se não for prestado um apoio adicional que ajude as crianças a colmatar as suas lacunas educativas. Contudo, considera-se que um acesso equitativo a uma EPCI de qualidade seja um dos métodos mais eficazes de combater as desigualdades socioeconómicas no desempenho escolar.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

IndY (Aprendizagem Individualizada no centro escolar Ybbs)

No ano letivo 2015/16, o Schulzentrum Ybbs (um centro escolar composto por três escolas profissionais de ensino secundário) introduziu um conceito designado IndiY, que implica que 20 % do tempo de ensino se destine à aprendizagem individualizada. O IndY destina-se a melhorar os conhecimentos especializados, a motivação, a autorresponsabilidade, a autogestão, as competências colaborativas, a inteligência emocional e os métodos de aprendizagem dos alunos.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 4.1. Comunicação e informação; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT

País: Áustria

Prometheus

The Prometheus project addresses the need for career counselling and guidance to be more relevant to the needs and attitudes of a new generation of digital natives. It provides an online platform with peer networking opportunities and offers a repository of best practices and online guides and toolkits for counsellors.

The main project results include:
• Career Pathways Research and Analysis Report
• 100+ Enlightenment Best Practices e-Book
• PROMETHEUS Peer Network
• Empower Talk Movies
• PROMETHEUS-EU.NET
• Online Career Counselling Guide
• PROMETHEUS Toolkit
• PROMETHEUS Final Multipliers’ Conference
The project team includes organisations from 6 European countries: BFE (Bulgaria), CIAPE (Italy), BEST (Austria), IED (Greece), Aspire-i Ltd. (UK) and CIT (Ireland).

 

 

Área: 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos

Língua: EN

País: Bulgária; Grécia; Irlanda; Itália; Reino Unido; Áustria

Travar o Abandono Escolar!

O objetivo geral do projeto é reduzir as taxas de abandono dos alunos no ensino e formação profissionais, mediante a disponibilização de materiais e ferramentas a orientadores e formadores, para estes desenvolverem as suas próprias competências no trabalho com grupos, detetarem potenciais abandonos e as características especiais de grupos de alunos, prestarem apoio adaptado às necessidades individuais e, desta forma, melhorarem a qualidade dos sistemas de ensino profissional.

Áreas: 1. Governação escolar; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Alemanha; Eslovénia; República Checa; Áustria

Tutoria para Jovens (Jugendcoaching)

A Tutoria para Jovens oferece orientação a jovens com 14 anos ou mais. Os seus principais grupos-alvo incluem alunos do nono ano, jovens que não trabalham, não estudam nem seguem uma formação (NEET) até aos 19 anos e jovens com necessidades educativas especiais até aos 24 anos. Visa reduzir o abandono escolar precoce e apoiar os alunos na escolha de uma futura carreira e/ou percurso educativo. A participação na Tutoria para Jovens é gratuita e voluntária.

Áreas: 1. Governação escolar; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 4.1. Comunicação e informação; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT

País: Áustria

Volunteering@WU

O programa «Volunteering@WU - Lernen macht Schule» trabalha com crianças de contextos socialmente desfavorecidos e auxiliares de alunos, encorajando a responsabilidade social e as atividades de voluntariado. O programa segue os princípios da aprendizagem com base no serviço.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Áustria