3. Apoio aos alunos

3.3. Orientação profissional e apoio

A orientação profissional e o apoio devem ser inscritos nos programas curriculares desde as primeiras etapas do ensino. A investigação neste domínio sugere que os alunos com um plano de carreira têm maior probabilidade de permanecer na escola e dar maior importância à sua educação. O plano pode ser elaborado separadamente ou integrado no programa curricular, por exemplo, no contexto de diversas disciplinas. Abordagens eficazes geralmente combinam um vasto leque de atividades curriculares e extracurriculares, as quais podem incluir estágios, observações em situação de trabalho, jogos de simulação de empregos ou cursos de iniciação passíveis de apoiar tanto o ensino regular como o ensino alternativo (designadamente o ensino e a formação profissional em alternância).

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

Does intensive coaching reduce school dropout?

Research done in the Netherlands has shown that one year of intensive coaching is likely to reduce school dropout by more than 40 percent and yield a net social gain. The target group of students was the general population of students starting in intermediate vocational education. Results suggest that the largest gains are made in the first year of coaching and effects are largest for students with a larger ex-ante probability of school dropout. Examples of coaching are working on study skills (e.g., planning and organizing), counselling in case of personal problems and contact with parents. Both preventive (before study dropout) and curative actions (among study dropouts) of the coaches have been effective and together resulted in a substantial reduction of school dropout.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Países Baixos

EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES PARA A PREVENÇÃO DO ABANDONO ESCOLAR PRECOCE

O documento visa examinar elementos sobre o potencial das equipas multidisciplinares e interdisciplinares para desempenharem um papel fundamental na prevenção do abandono escolar precoce. No âmbito do desenvolvimento de uma estratégica para tais equipas multidisciplinares/interdisciplinares, é atribuída particular importância às condições necessárias e de apoio à sua eficácia, não se partindo do pressuposto determinista da sua inevitável eficácia. O relatório realça a necessidade de proporcionar orientações estratégicas sólidas às equipas sobre questões importantes a abordar pelas equipas, tais como o apoio à saúde mental, alternativas à suspensão, assistência às famílias marginalizadas, resolução de conflitos com professores e competências de formação para a diversidade, competências de prevenção do acosso juvenil, promoção de um ambiente escolar positivo, envolvimento com competências parentais e especial atenção ao desenvolvimento linguístico das crianças, etc.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria