3. Apoio aos alunos

3.1. Bem estar dos alunos

As abordagens escolares integradas centram as atenções no clima global da escola. Um ambiente de aprendizagem seguro e atencioso contribui para estabelecer relações positivas para e entre os professores, o pessoal não docente e os alunos. Por exemplo, são importantes, para todos os alunos, os contextos físicos que sejam seguros, acolhedores e estimulantes, bem como o desporto e as atividades físicas regulares. As escolas podem apostar na gestão de conflitos em espaços comuns da escola para promover uma cultura de diálogo e diversidade. Estas condições pedagógicas e contextuais ajudam a criar um clima positivo e um sentimento de pertença para todos os alunos.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

Empenhamento local para a inclusão dos ciganos (LERI) - Programa plurianual sobre os ciganos

O LERI é um projeto de investigação no domínio da ação qualitativa desenvolvido no âmbito do Programa plurianual da FRA sobre os ciganos  em resposta à Comunicação da Comissão EuropeiaUm quadro europeu para as estratégias nacionais de integração dos ciganos até 2020. No âmbito deste projeto, as autoridades locais e os residentes, em especial os de etnia cigana, estudam em conjunto a melhor forma de participarem nas ações de integração dos ciganos e identificam os aspetos dessas ações que produzem bons resultados e os que são ineficazes, bem como os motivos para que tal aconteça. O objetivo do LERI é facilitar o envolvimento de todos os intervenientes a nível local, incluindo os ciganos, nos esforços conjuntos em prol da sua inclusão. A experiência adquirida e os ensinamentos obtidos durante o processo contribuirão para melhorar a conceção, a execução e o acompanhamento das políticas e ações de integração dos ciganos ao nível local.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Bulgária; Eslováquia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Itália; Reino Unido; República Checa; Roménia

EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES PARA A PREVENÇÃO DO ABANDONO ESCOLAR PRECOCE

O documento visa examinar elementos sobre o potencial das equipas multidisciplinares e interdisciplinares para desempenharem um papel fundamental na prevenção do abandono escolar precoce. No âmbito do desenvolvimento de uma estratégica para tais equipas multidisciplinares/interdisciplinares, é atribuída particular importância às condições necessárias e de apoio à sua eficácia, não se partindo do pressuposto determinista da sua inevitável eficácia. O relatório realça a necessidade de proporcionar orientações estratégicas sólidas às equipas sobre questões importantes a abordar pelas equipas, tais como o apoio à saúde mental, alternativas à suspensão, assistência às famílias marginalizadas, resolução de conflitos com professores e competências de formação para a diversidade, competências de prevenção do acosso juvenil, promoção de um ambiente escolar positivo, envolvimento com competências parentais e especial atenção ao desenvolvimento linguístico das crianças, etc.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

School innovation in Europe: Fostering equal chances for children from different social backgrounds by making learning more active at the Béla IV Primary School in Hejőkeresztúr

The ‘Complex Instruction Programme’ (CIP) provides equal chances for children from different social backgrounds. The method seeks to change children roles and responsibilities in active learning. CIP is based on four principles: (1) education involves a varied level of non-routine, open-end tasks to mobilise students of different abilities; (2) responsibility is shared, learners are responsible for their personal work while the group is responsible for individual achievements; (3) work is evaluated against set norms and roles; (4) hierarchy within the group - the status of the students is mobile. In addition, the school uses other innovative practices, such as a reading programme for the elementary grades where students regularly read aloud to each other in pairs, and then exchange their thoughts, and the ‘learning between generations’ programme where children draw their family trees and label each member with a special skill they have.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 2.4. O bem-estar dos professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos

Língua: EN

País: Hungria

School innovation in Europe: student-centred and game-based learning to support student engagement and development at the Open School in Miskolc

Since the mid-1990s, the Open Door school is strongly devoted to the Step by Step programme (SbS), which became the main driver to implement innovative approaches in the school. The SbS programme involves student-centred and game-based learning, with constant feedback. The school also organises two whole-school project months per year that end with a presentation day, often open to the wider public and parents. Classrooms are arranged according to different aspects of learning. As part of the innovation, the school applies “morning circles” which are involved around a certain theme. Each child learns to speak in a way that is to the point, and gets the chance to express what he or she thinks and feels. It’s also a useful approach to compensate the stress that students might have brought from home.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos

Língua: EN

País: Hungria