3. Apoio aos alunos

3.1. Bem estar dos alunos

As abordagens escolares integradas centram as atenções no clima global da escola. Um ambiente de aprendizagem seguro e atencioso contribui para estabelecer relações positivas para e entre os professores, o pessoal não docente e os alunos. Por exemplo, são importantes, para todos os alunos, os contextos físicos que sejam seguros, acolhedores e estimulantes, bem como o desporto e as atividades físicas regulares. As escolas podem apostar na gestão de conflitos em espaços comuns da escola para promover uma cultura de diálogo e diversidade. Estas condições pedagógicas e contextuais ajudam a criar um clima positivo e um sentimento de pertença para todos os alunos.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

A minha educação, o meu emprego, o meu futuro

O projeto «A minha educação, o meu emprego, o meu futuro» tem por objetivo prevenir o abandono escolar precoce, bem como incentivar e inspirar os alunos a prosseguirem os seus estudos.

Áreas: 1. Governação escolar; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Chipre

AFYA

AFYA stands for ‘Health & Wellbeing’ in Arabic and Swahili. The project aims to promote the holistic health of people with refugee and migration experiences and work responsibly and confidentially with sensitive topics related to trauma and mental health.

Área: 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis

Língua: EN

País: Áustria

Alunos de Desporto Como Mentores de Rapazes e Jovens (SSaMs)

O projeto SSaMs procurou melhorar a escolaridade dos rapazes e jovens e prevenir o abandono escolar precoce através da mentoria e desportos de acordo com o género. A lógica por detrás deste programa Erasmus+ foi que muitos desportistas já proporcionam mentoria a nível de saúde e questões sociais aos rapazes, mas não possuem formação para o fazer de forma eficaz.

Área: 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: Espanha; Grécia; Irlanda; Itália; Reino Unido; República Checa

Ambiente de avaliação para encorajar práticas e ferramentas de mentoria internacionais em contexto escolar (E-EVALINTO)

E-EVALINTO procura promover a mentoria entre pares para reduzir o abandono escolar precoce entre alunos migrantes e reconhecer o valor da interculturalidade. Procura ainda desenvolver uma abordagem TIC para avaliar, gerir e desenvolver atividades para contextos interculturais. Este projeto, fundado pelo Erasmus+, tem como foco os processos de tomada de decisão e a identificação de diferentes padrões nas situações em análise

Áreas: 1. Governação escolar; 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: Chipre; Espanha; Irlanda; Itália; Polónia

Apoio à Liderança Escolar Inclusiva (SISL)

O projeto Apoio à Liderança Escolar Inclusiva (SISL – sigla em inglês) propôs-se investigar como promover a liderança inclusiva ao nível da escola e como fornecer ferramentas de apoio. O projeto considerou que a liderança para a educação inclusiva visa alcançar a plena participação em oportunidades de aprendizagem significativas, bem como elevado aproveitamento e bem-estar para todos os alunos, incluindo os mais vulneráveis à exclusão.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; RU; SK; SL; SR; SV; TR

País: Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Suécia; Suíça; Sérvia; Áustria

Brave’s Club: Zero Violence from age zero

To improve the school climate, a group of schools from the Learning Communities project decided to create the Brave’s Club. It is based on a “dialogical model of conflict prevention”. Since the Club started in 2014, it has made progress in eradicating school violence in both primary and secondary schools. This strategy is making it easier to bring together effective evidence-informed practices on preventing violence in classrooms in general, and more specifically, gender violence.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 4.2. Participação dos pais na governação da escola; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL

País: Espanha

COMITÉ DA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE E A CIDADANIA (CESC) EM FRANÇA

O Comité da Educação para a Saúde e a Cidadania (CESC) conta com a participação de todos os membros da comunidade educativa e dos parceiros locais da escola primária ou secundária (autarquia local, polícia, justiça e associações). Presidido pelo diretor da escola, o comité participa ativamente na educação para a cidadania, mediante a elaboração do plano para a prevenção da violência, a proposta de iniciativas de apoio aos pais em situação difícil e o combate à exclusão social, bem como a definição de um programa de educação sexual e para a saúde destinado a promover comportamentos seguros. O CESC reúne uma variedade de medidas que visam preparar os alunos para agirem e viverem em conjunto, no respeito da igualdade entre homens e mulheres, para fazerem escolhas e exercerem os seus direitos de cidadania.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: França

Dannewerkschule Schleswig

Dannewerkschule Schleswig, Germany is a comprehensive lower secondary school offering grades 5- 10, a quarter of which have a migratory background and learning German as a second language. The school aims to be a place of learning where students with different talents and personalities are welcome and can use a wide blend of learning environments and tools.

 

 

 

 

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: EN

País: Alemanha

Empenhamento local para a inclusão dos ciganos (LERI) - Programa plurianual sobre os ciganos

O LERI é um projeto de investigação no domínio da ação qualitativa desenvolvido no âmbito do Programa plurianual da FRA sobre os ciganos  em resposta à Comunicação da Comissão EuropeiaUm quadro europeu para as estratégias nacionais de integração dos ciganos até 2020. No âmbito deste projeto, as autoridades locais e os residentes, em especial os de etnia cigana, estudam em conjunto a melhor forma de participarem nas ações de integração dos ciganos e identificam os aspetos dessas ações que produzem bons resultados e os que são ineficazes, bem como os motivos para que tal aconteça. O objetivo do LERI é facilitar o envolvimento de todos os intervenientes a nível local, incluindo os ciganos, nos esforços conjuntos em prol da sua inclusão. A experiência adquirida e os ensinamentos obtidos durante o processo contribuirão para melhorar a conceção, a execução e o acompanhamento das políticas e ações de integração dos ciganos ao nível local.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Bulgária; Eslováquia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Itália; Reino Unido; República Checa; Roménia

EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES PARA A PREVENÇÃO DO ABANDONO ESCOLAR PRECOCE

O documento visa examinar elementos sobre o potencial das equipas multidisciplinares e interdisciplinares para desempenharem um papel fundamental na prevenção do abandono escolar precoce. No âmbito do desenvolvimento de uma estratégica para tais equipas multidisciplinares/interdisciplinares, é atribuída particular importância às condições necessárias e de apoio à sua eficácia, não se partindo do pressuposto determinista da sua inevitável eficácia. O relatório realça a necessidade de proporcionar orientações estratégicas sólidas às equipas sobre questões importantes a abordar pelas equipas, tais como o apoio à saúde mental, alternativas à suspensão, assistência às famílias marginalizadas, resolução de conflitos com professores e competências de formação para a diversidade, competências de prevenção do acosso juvenil, promoção de um ambiente escolar positivo, envolvimento com competências parentais e especial atenção ao desenvolvimento linguístico das crianças, etc.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

Mostrar os resultados 10 seguintes