2. Professores

2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores

Tanto a formação inicial de professores (FIP) como o desenvolvimento profissional contínuo (DPC) são fundamentais para assegurar que os professores adquirem as competências, aptidões e conhecimentos que lhes permitam responder a uma ampla variedade de situações na sala de aula. O elevado nível de desempenho profissional está positivamente associado à satisfação dos professores. Este é especialmente o caso dos professores que trabalham em contextos mais exigentes, tais como escolas com elevados níveis de desvantagem socioeconómica e educativa e com grupos de alunos muito heterogéneos.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

Metodologias de ensino Mais Sucesso

Em Portugal, a TurmaMais  proporciona apoio adicional a grupos selecionados de alunos com competências semelhantes. A medida destina-se a anos letivos específicos de acordo com as necessidades dos alunos nos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário. As metodologias consistem na TurmaMais e no Projeto Fénix, que constituem modelos de organização de turmas destinados apoiar a aprendizagem de todos os alunos.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.3. Direção escolar; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 4.1. Comunicação e informação; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Portugal

Microrrede de partilha entre escolas

A rede envolve 10 agrupamentos escolares em Portugal (os agrupamentos incluem várias escolas, desde o ensino pré-escolar ao ensino secundário), que colaboram em diversas áreas, nomeadamente na elaboração de planos de formação, na partilha de experiências e metodologias e, em alguns casos, na própria partilha de recursos humanos. Além disso, a rede realiza encontros temáticos nos quais são debatidas várias questões com os alunos e os parceiros nas intervenções.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Portugal

Sala Farol – apoio para dificuldades de aprendizagem

O programa Sala Farol centra-se nas dificuldades de aprendizagem de cada aluno. Proporciona apoio individualizado aos alunos através de ensino regular em pequenos grupos com professores de apoio (adicionais). Os alunos identificados recebem um plano de aprendizagem individual que os ajuda a alcançar os objetivos de aprendizagem.

Áreas: 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Portugal