2. Professores

2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores

Tanto a formação inicial de professores (FIP) como o desenvolvimento profissional contínuo (DPC) são fundamentais para assegurar que os professores adquirem as competências, aptidões e conhecimentos que lhes permitam responder a uma ampla variedade de situações na sala de aula. O elevado nível de desempenho profissional está positivamente associado à satisfação dos professores. Este é especialmente o caso dos professores que trabalham em contextos mais exigentes, tais como escolas com elevados níveis de desvantagem socioeconómica e educativa e com grupos de alunos muito heterogéneos.

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

Apoio à Capacitação e Integração das Famílias de Refugiados (SOFIE)

O SOFIE foi um projeto Erasmus+ com a duração de 2 anos e meio que abordou a necessidade europeia da integração social de famílias de refugiados, tendo em conta que são um dos grupos mais vulneráveis nas sociedades de acolhimento. Os parceiros de projeto da Áustria, Itália, Chipre, Turquia e Suécia juntaram-se de modo a promover a integração profissional, social e cultural dos migrantes e refugiados.

Áreas: 2. Professores; 3. Apoio aos alunos

Subáreas: 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Refugiados, migrantes e romanichéis; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; GA; HR; HU; IS; IT; LT; LV; MK; MT; NL; NO; PL; PT; RO; SK; SL; SR; SV; TR

País: Chipre; Itália; Turquia; Áustria

LISTA DE VERIFICAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA A PREVENÇÃO DO ABSENTISMO E DO ABANDONO ESCOLAR

É incontestável que, em vários casos de absentismo e abandono escolar precoce, são necessárias intervenções de caráter médico, psicológico, social, educativo e jurídico, mas a investigação também mostra claramente que, em todos os casos, o pessoal escolar e docente pode ter uma influência decisiva. Este documento contém uma lista de verificação a utilizar na autoavaliação das escolas, 59 recomendações pormenorizadas para melhorar a frequência escolar, o empenhamento dos alunos e a cultura escolar, propostas de acordos de comportamento e exemplos de questionários para professores e pais. As medidas recomendadas são prioritariamente dirigidas a professores, diretores de escolas e pais. O documento foi traduzido do manual da autoria de Nairz-Wirth, Feldmann, Diexer (2012): Handlungsempfehlungen für Lehrende, Schulleitung und Eltern zur erfolgreichen Prävention von Schulabsentismus und Schulabbruch.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 4.1. Comunicação e informação; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Áustria

Mostrar os resultados 10 seguintes