2. Professores

2.1. Aptidões e competências dos professores

O papel do docente torna-se cada vez mais vasto e exigente. Espera-se que os professores usem uma grande variedade de métodos, ferramentas e abordagens e que os adaptem às necessidades dos alunos. Precisam igualmente de possuir as competências e aptidões necessárias para criar um ambiente positivo na sala de aula e para trabalhar em colaboração com outras partes interessadas dentro e fora da escola, por forma a proporcionar apoio em tempo útil aos alunos.

 

Mostrar mais

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

Action Antibullying (AAB)

The project partners designed and implemented a new anti-bullying programme in schools in five EU countries. It drew on the experiences of existing programmes and practices originated by the project partners working in different cultural contexts.  It provided further evidence of effective approaches to the reduction of bullying in schools that will inform the development of improved child centred, whole school strategies for adoption at European level.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: EN

País: Eslovénia; Espanha; Itália; Reino Unido; Roménia

GRUPOS INTERATIVOS DO INCLUD-ED

Os Grupos Interativos constituem uma das Ações Educativas de Sucesso (AES) identificadas no projeto de investigação INCLUD-ED. O projeto analisou as estratégias educativas que contribuem para superar as desigualdades e promover a coesão social, bem como as que conduzem à exclusão social, com especial incidência em grupos vulneráveis e marginalizados. Os Grupos Interativos são utilizados para melhorar a educação de crianças e jovens em diferentes contextos. Consistem no agrupamento de alunos numa turma em pequenos grupos heterogéneos, cada um dos quais apoiado por um adulto. Cada um destes grupos é organizado em redor de quatro ou cinco alunos, de forma heterogénea em termos de capacidade, sexo, cultura, língua e etnia. Este exemplo permite compreender os Grupos Interativos e os resultados da sua prática.

Áreas: 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais

Subáreas: 2.1. Aptidões e competências dos professores; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria