CRITÉRIOS PARA IDENTIFICAR OS ALUNOS EM RISCO DE ABANDONO ESCOLAR E DE ABANDONO ESCOLAR PRECOCE

A UNICEF Sérvia e a organização da sociedade civil Centro para a Política da Educação, com o apoio do Ministério da Educação, da Ciência e do Desenvolvimento Tecnológico da República da Sérvia, executaram o projeto «Combater o abandono escolar precoce na Sérvia».

O projeto destinava-se a contribuir para a diminuição do abandono escolar e do abandono escolar precoce de crianças e jovens. Definiu critérios (indicadores) de abandono escolar precoce que podem ser utilizados pelas equipas escolares para acompanhar os alunos em risco e prevenir o abandono escolar.

Neste projeto, os alunos (idades compreendidas entre os 7 e os 19 anos) em risco de abandono escolar (grupo-alvo) são identificados de acordo com os seguintes critérios: 

  1. Assiduidade. Indicadores: a) Baixa assiduidade; b) Assiduidade sazonal.
  2. Experiência e desempenho académicos. Indicadores: a) Mau aproveitamento escolar; b) Repetição do ano/matrícula tardia; c) Várias transferências de escola.
  3. Comportamento. Indicador: a) Mau comportamento, comportamento agressivo.
  4. Participação dos pais. Indicadores: a) Falta de apoio familiar; b) Falta de envolvimento da família com a instituição
  5. Envolvimento do aluno. Indicadores: a) Falta de envolvimento social na escola; b) Falta de envolvimento académico na escola; c) Historial de abandono escolar.
  6. Fatores de vulnerabilidade individual e social. Indicadores: a) Não ser fluente na língua sérvia e ter origem migrante; b) Elevada mobilidade familiar; c) Alteração súbita da situação familiar; d) Dificuldades económicas; e) Falta de apoio financeiro à escolarização (por exemplo, materiais escolares, transporte, etc.); f) Utilização abusiva de substâncias pela criança ou por familiares; g) Historial familiar de abandono escolar precoce (nomeadamente irmãos); h) Ser afetado por acosso juvenil e violência; i) Ser afetado por discriminação ou segregação (crianças com necessidades educativas especiais, membro de minoria étnica, etc.); j) Integração ou reintegração numa instituição na sequência de hospitalização de longo prazo ou colocação numa instituição residencial (crianças com necessidades especiais ou jovens delinquentes); k) Crianças que tenham estado em conflito com a lei; l) Distância entre casa e a escola e/ou participação em aulas individuais.
Tipo
Prática (indirect evidence)
País
Sérvia
Língua
BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV
Nível escolar
Primary; Secondary
Nível da intervenção
Segmentado; Universal
Intensidade da intervenção
Contínua
Fonte de financiamento
Financiamento privado; Governo nacional

Este recurso faz parte das seguintes áreas/subáreas :