5. Participação das partes interessadas

A natureza complexa do abandono escolar precoce (AEP) exige uma resposta multidimensional. Algumas das suas causas estão associadas a fatores exógenos ao sistema de educação, tais como problemas pessoais, de saúde, emocionais e familiares ou circunstâncias socioeconómicas delicadas. O pessoal escolar não tem capacidade (nem pode ter) para dar resposta a todos estes problemas e, como tal, é fundamental que o trabalho se faça em conjunto com outras partes interessadas, com conhecimentos especializados adequados.

Mostrar mais

Pesquisar por sub-área: ( Pesquisar todas as áreas )

Recursos ( Pesquisar todos os recursos )

Note que por enquanto o conteúdo nas páginas de recursos só está disponível em inglês.

CENTROS COMUNITÁRIOS DE APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA

A NESET – Rede de peritos em aspetos sociais da educação e da formação publica relatórios para profissionais e decisores políticos interessados na promoção da equidade e da inclusão na educação e na formação em toda a União Europeia. O documento visa examinar estratégias para a criação de centros comunitários de aprendizagem ao longo da vida nos Estados-Membros da UE. Explora provas e trabalhos de investigação sobre os benefícios e as vantagens da criação de tais centros, bem como as barreiras e dificuldades que impedem a sua criação e eficácia. O relatório conclui que os centros comunitários de aprendizagem ao longo da vida podem proporcionar simultaneamente a promoção de uma variedade de objetivos fundamentais de aprendizagem ao longo da vida, tais como a cidadania ativa, a inclusão/coesão social, a realização pessoal e social, o diálogo intercultural, bem como percursos profissionais.

Áreas: 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 4.1. Comunicação e informação; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 4.4. Aprendizagem familiar; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES PARA A PREVENÇÃO DO ABANDONO ESCOLAR PRECOCE

O documento visa examinar elementos sobre o potencial das equipas multidisciplinares e interdisciplinares para desempenharem um papel fundamental na prevenção do abandono escolar precoce. No âmbito do desenvolvimento de uma estratégica para tais equipas multidisciplinares/interdisciplinares, é atribuída particular importância às condições necessárias e de apoio à sua eficácia, não se partindo do pressuposto determinista da sua inevitável eficácia. O relatório realça a necessidade de proporcionar orientações estratégicas sólidas às equipas sobre questões importantes a abordar pelas equipas, tais como o apoio à saúde mental, alternativas à suspensão, assistência às famílias marginalizadas, resolução de conflitos com professores e competências de formação para a diversidade, competências de prevenção do acosso juvenil, promoção de um ambiente escolar positivo, envolvimento com competências parentais e especial atenção ao desenvolvimento linguístico das crianças, etc.

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

INCLUD-ED EDUCAÇÃO EM FAMÍLIA

A Educação em Família é uma das Ações Educativas de Sucesso identificadas no projeto de investigação INCLUD-ED. Estratégias de inclusão e coesão social na Europa através da educação (Comissão Europeia, Sexto Programa-Quadro, 2006-2011).

Áreas: 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 4.4. Aprendizagem familiar; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

IndY (Individualized Learning at the school centre Ybbs)

In the school year 2015/16 the Schulzentrum Ybbs (a school center consisting of three vocational upper secondary schools) introduced a concept called IndY, which involves that 20% of the teaching time is intended for individualized learning. IndY aims at improving students’ expertise, motivation, self-responsibility, self-management, collaborative skills, emotional intelligence and learning methods.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 1.3. Direção escolar; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.2. Participação dos alunos na vida escolar; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 4.1. Comunicação e informação; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: EN

País: Áustria

LISTA DE VERIFICAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA A PREVENÇÃO DO ABSENTISMO E DO ABANDONO ESCOLAR

É incontestável que, em vários casos de absentismo e abandono escolar precoce, são necessárias intervenções de caráter médico, psicológico, social, educativo e jurídico, mas a investigação também mostra claramente que, em todos os casos, o pessoal escolar e docente pode ter uma influência decisiva. Este documento contém uma lista de verificação a utilizar na autoavaliação das escolas, 59 recomendações pormenorizadas para melhorar a frequência escolar, o empenhamento dos alunos e a cultura escolar, propostas de acordos de comportamento e exemplos de questionários para professores e pais. As medidas recomendadas são prioritariamente dirigidas a professores, diretores de escolas e pais. O documento foi traduzido do manual da autoria de Nairz-Wirth, Feldmann, Diexer (2012): Handlungsempfehlungen für Lehrende, Schulleitung und Eltern zur erfolgreichen Prävention von Schulabsentismus und Schulabbruch.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 2.3. Formação inicial de professores e desenvolvimento profissional contínuo de professores; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.6. Aprendizagem alargada e extracurricular; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 4.1. Comunicação e informação; 5.2. Redes de partes interessadas

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Áustria

PARTICIPAÇÃO DOS PAIS PARA A PREVENÇÃO DO ABANDONO ESCOLAR PRECOCE

Este relatório visa informar e orientar o planeamento estratégico a curto e médio prazo dos 10 municípios participantes no programa Urbact - PREVENT, bem como o de todos os outros municípios, órgãos de poder local e escolas em toda a Europa no que respeita à participação dos pais na educação para a prevenção do abandono escolar precoce. A avaliação baseia-se numa análise de documentos do Conselho da UE e da Comissão sobre o abandono escolar precoce e a inclusão social, num diálogo e processo de consulta permanente com os 10 municípios que participam no projeto Urbact - PREVENT e questiona a investigação internacional pertinente para este domínio. O projeto PREVENT é financiado pelo programa Urbact da UE.

Áreas: 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 4.1. Comunicação e informação; 4.2. Participação dos pais na governação da escola; 4.3. Espaços para os pais e participação nas atividades educativas; 4.4. Aprendizagem familiar; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: BG; CZ; DA; DE; EL; EN; ES; ET; FI; FR; HR; HU; IT; LT; LV; MT; NL; PL; PT; RO; SK; SL; SV

País: Albânia; Alemanha; Bulgária; Bélgica; Chipre; Croácia; Dinamarca; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Estónia; Finlândia; França; Grécia; Hungria; Irlanda; Islândia; Itália; Letónia; Lituânia; Luxemburgo; Macedónia do Norte; Malta; Noruega; Países Baixos; Polónia; Portugal; Reino Unido; República Checa; Roménia; Suécia; Sérvia; Turquia; Áustria

Schlangenfuß

This project was set up more than 10 years ago to reintegrate students who refused to go to school. Since 2007, the programme has focused solely on students who suffer from school phobia, anxiety disorders or depression. The programme is unique in Austria and is publicly funded.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 4. Participação dos pais; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.3. Orientação profissional e apoio; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 4.1. Comunicação e informação; 5.1. Equipas multidisciplinares

Língua: EN

País: Áustria

Stop-Dropout!

The overall objective of the project is to reduce the drop out rates of learners in vocational education and training, by providing materials and tools for counsellors and trainers to develop their own skills in working with groups, to detect potential dropouts and the special characteristics of learners’ groups, provide support adjusted to individual needs, and thereby improve the quality of their vocational education systems.

Áreas: 1. Governação escolar; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.2. Planeamento e monitorização escolar; 3.7. Acompanhamento de alunos em situação de risco; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 5.1. Equipas multidisciplinares; 5.2. Redes de partes interessadas; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: EN

País: Alemanha; Eslovénia; República Checa; Áustria

The CARMA Toolkit: A step-by-step guide for implementing collaborative learning to increase student motivation and participation

The CARMA Toolkit fosters collaborative learning approaches in schools, based on non-formal learning (NFL) techniques, for learners who have been identified as being at risk of early school leaving and/or low achievement. The Toolkit provides practical resources for classroom practices and to transform school cultures to improve student motivation and participation. Involvement of the wider community in supporting collaborative learning is also encouraged. A Competence Assessment Model supports teachers to assess learners’ collaborative skills. A teacher’s diary to track implementation and learner progress accompanies the Toolkit.. The Toolkit is available in full and short versions in 8 languages English, Spanish, Italian, French, German, Portuguese, Dutch and Turkish.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.1. Cultura e clima escolar; 1.3. Direção escolar; 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 2.1. Aptidões e competências dos professores; 2.2. Os professores e o seu relacionamento com alunos e pais; 3.4. Programas curriculares e percursos educativos; 3.5. Aprendizagem e avaliação; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem

Língua: EN

País: Bélgica; Espanha; França; Itália; Portugal; Turquia; Áustria

Volunteering@WU

The “Volunteering@WU - Lernen macht Schule” program works with kids from socially disadvantaged backgrounds and student helpers by encouraging social responsibility and volunteering activities. The program follows the principles of service learning.
The initiative was established in 2010 by Vienna University of Economics and Business (WU), in cooperation with Caritas Vienna and REWE International AG. In this program, WU students can volunteer as learning or music buddies to help kids who have restricted access to educational opportunities due to poverty or social exclusion.

Áreas: 1. Governação escolar; 2. Professores; 3. Apoio aos alunos; 5. Participação das partes interessadas

Subáreas: 1.4. Cooperação dentro dos sistemas educativos; 3.1. Bem estar dos alunos; 3.8. Apoio seletivo: língua; 3.9. Apoio seletivo: migrantes, ciganos; 3.10. Apoio seletivo: necessidades educativas especiais e dificuldades de aprendizagem; 3.11. Apoio seletivo: origem em meios socioeconómicos desfavorecidos; 5.3. Parcerias: empregadores e empresas; 5.4. Parcerias: organizações comunitárias e sociedade civil

Língua: EN

País: Áustria

Mostrar os resultados 10 seguintes